Como o marketing de conteúdo pode ajudar a diminuir ciclo de compra

Você está em: Home > Blog > Mais Vendas > Como o marketing de conteúdo pode ajudar a diminuir ciclo de compra

Como o marketing de conteúdo pode ajudar a diminuir ciclo de compra

Um erro muito cometido por vários empreendedores e profissionais é a tática de empurrar uma venda para um cliente que ainda não concluiu todas as etapas do ciclo de compra e que não tem ainda uma confiança necessária que suporte essa venda. A grande consequência disso é a baixa quantidade de negócios concretizados. Veja agora como evitar esse erro e gerar mais vendas para sua empresa.

Depois da leitura deste artigo você saberá:

  • Qual o ciclo de compra do cliente na internet
  • Como utilizar o marketing de Conteúdo para diminuir esse ciclo de compra
  • Informação Bônus

Ciclo de compra do cliente

Quando compreendemos os nossos clientes e seus hábitos de compra, criamos estratégias mais eficientes, pois entendemos como eles agem, e assim conseguimos alcança-los com mais facilidade e gastando menos.

Em geral, todo cliente segue algumas etapas para concluir a compra de um produto ou serviço, abaixo temos a lógica tradicional que estas etapas seguem:

Com a internet, podemos simplificar esse ciclo em três etapas: Alerta, Consideração e Decisão:

O marketing de conteúdo, também chamado de inbound marketing, pode agilizar esse processo com apenas 5 ações principais. Para realizar cada ação, utilizamos algumas ferramentas para além de simplificar esse processo de compras também conduzir o cliente pelo funil de vendas. Então, vamos conferir quais formas do marketing de conteúdo podem ajudar a simplificar o ciclo de compra do seu potencial cliente.

Formas de simplificar o ciclo de compra através do marketing de conteúdo

  • Atração (fase de alerta): O primeiro passo é atrair seu potencial cliente permitindo que ele encontre sua empresa através da internet. Basicamente seu cliente descobre que tem um problema e agora vai buscar informações para resolvê-lo na internet.

1- Palavras-Chave: Pense como seu cliente iria procurar o seu produto nos buscadores e determine quais palavras-chave são necessárias para seu negócio, para assim poder aparecer na primeira página dos resultados de pesquisa do Google e mídias sociais.

2- Blog: Crie artigos educacionais em torno das palavras chave que você está tentando atingir. Nesta fase de alerta, o cliente tem várias dúvidas, então é bom você saná-las através destes artigos. É bom pensar a sua linha editorial em direcionar o seu cliente pelo seu funil de compras, pensando em cada fase do processo, ajudando eles a identificar que tem este problema (Alerta), conteúdo que explique quais soluções disponíveis que ele precisa (consideração) e conteúdo que mostre porque sua empresa é a melhor opção (Decisão).

  • Conversão (fase da consideração): após receber mais visitantes no seu site, o próximo passo é convertê-las em potenciais clientes. Este é o momento que o seu cliente busca em seu site informações que vão dizer como resolver o problema.

3- Call to action (CTA): Incentivar os seus visitantes a se movimentarem pelo seu site é muito importante, coloque botões de CTA em suas postagens no blog, assim como nas outras páginas do seu site e na página inicial. Entregue conteúdo relevante em ebook’s e webinars ou ofereça consultoria ou demonstração de forma gratuita. Mostre as soluções que melhor atendem seus potenciais clientes.

4- Landing Pages: Após a atração do seu cliente, ele deve clicar sobre um botão CTA e ser direcionado para uma landing page. Essa é uma ótima forma de conseguir mais dados dos seus clientes. Otimize os campos do formulário para pedir apenas informações relevantes sobre seu público, além de colocar todo o conteúdo visual para que seja visualizado sem precisar descer a barra de rolagem.

  • Fechamento (Fase da Decisão): Momento de converter efetivamente seus leads em clientes. Caso seus leads não comprem seu produto ou serviço após baixar o ebook precisamos usar uma importante ferramenta do inbound marketing:

5- Nutrir os leads com e-mails: Basicamente você envia uma serie de e-mails com conteúdo útil e relevante para construir uma confiança e deixar claro o porquê a solução que sua empresa tem é melhor perante as concorrentes.

BÔNUS:

  • Encantar: Não é porque os leads se tornaram clientes que devem ser esquecidos pela sua empresa, afinal eles podem ser muito úteis para dar referências a amigos e parentes próximos. Você pode usar o poder das mídias sociais para manter um relacionamento com os clientes, seja respondendo perguntas sobre os serviços ou dando instruções de como usar seu produto. E não esqueça de incentivá-los a compartilharem a experiência de usar o seu produto.

Como pudemos ver, podemos utilizar o poder do marketing digital para simplificar o processo de compra e direcionar o seu cliente pelo funil de vendas. Caso sua empresa precise de ajuda em alguma etapa clique aqui que teremos o maior prazer em ajuda-lo. Caso sua empresa já trabalhe com um funil clique aqui e solicite uma avaliação GRATUITA para identificarmos o que podemos melhorar!

Por | 2018-12-25T16:50:05+00:00 novembro 4th, 2017|Mais Vendas, SEO, Social Media|o Comentários

Sobre o Autor:

Consultor SEO e Marketing Digital, especialista em vendas Online, formado em Administração de Empresas e com o principal foco de desenvolver e aprimorar técnicas que façam com que pequenas e médias empresas possam vender pela internet de modo mais previsível e lucrativo.

Deixe um comentário